Procedimento Cirúrgico

LIPOASPIRAÇÃO

A lipoaspiração é um método cirúrgico desenvolvido na Europa, particularmente na Suíça e França a partir de 1977. Foi apresentado pela primeira vez, fora da Europa, em um congresso da nossa Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, em Fortaleza.

A lipoaspiração destina-se à remoção de gordura localizada, de qualquer região do corpo, com mínimas cicatrizes, por meio de um aparelho especial de vácuo, desde que consideradas algumas particularidades como a textura e elasticidade da pele, dentre outras.

É uma cirurgia que retira o acúmulo de gordura localizadas em áreas como a região abdominal, a região lateral do abdome ou flancos, dorso do abdome e tronco, entre outras áreas.

Assim como na abdominoplastia, à qual pode ser associada, não é uma cirurgia indicada para redução de peso, mas para volumes localizados de tecido gorduroso – podendo haver uma redução no peso, que varia de acordo com o volume corporal de cada paciente. Não são, entretanto, os “quilos” retirados que definirão o resultado estético, mas sim as proporções que cada área determinada mantenha com o restante do tronco e os membros.

Como referimos a pouco, esta técnica pode ser utilizada para qualquer região corporal que apresente acúmulo localizado de gordura. Entretanto, há limitações técnicas e anatômicas como toda cirurgia estética. A “lipo” não vai corrigir flacidez de pele ou da musculatura local.

Por ser um tratamento de acúmulo localizado de gordura, a lipoaspiração não deve ser encarada como uma opção entre este procedimento e a plástica de abdome. Nos casos de indicar lipoaspiração pura, não deverá haver flacidez de pele, mas somente excesso localizado de gordura em uma região com boa textura e elasticidade da pele.

Na flacidez abdominal há excesso de tecidos sem boa elasticidade da pele, sendo sua remoção a única opção, podendo até estar associada a lipoaspiração: neste caso estará indicada a associação com a abdominoplastia: a chamada lipoabdominoplastia.

 IMPORTANTE:

A lipoaspiração não faz milagres. Como qualquer tipo de cirurgia pode determinar resultados que não dependem do cirurgião. A idade, o volume de gordura a ser aspirada, a flacidez de pele e da região e a acomodação desta pele no pós-operatório podem interferir no resultado final.

Resultados definitivos somente devem ser considerados após 6 a 12 meses da cirurgia.

As cirurgias de retoques, quando necessárias, serão aconselhadas pelo cirurgião, devendo-se respeitar o tempo necessário para a adequação dos tecidos e acomodação das cicatrizes. Quando realizadas em momento inoportuno, podem não alcançar os resultados desejados. Os retoques não significam incapacidade técnica, mas sim uma revisão cirúrgica para se alcançar resultados ainda melhores. Os custos destes possíveis retoques serão cobrados somente em relação às despesas hospitalares e de anestesista. Não serão cobrados honorários da equipe cirúrgica desde que estes retoques sejam realizados no período sugerido pelo cirurgião.

As dúvidas adicionais em relação a cirurgia serão esclarecidas pelo Dr. Múcio Leão durante a sua consulta.

A lipoaspiração destina-se à remoção de gordura localizada, de qualquer região do corpo, com mínimas cicatrizes, por meio de um aparelho especial de vácuo, desde que consideradas algumas particularidades como a textura e elasticidade da pele, dentre outras.

O código de normas e condutas do cirurgião plástico da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica proíbe a exibição de fotos de pré e pós-operatório, mesmo que haja autorização do paciente. Proíbe ainda o uso de fotos de partes do corpo. A divulgação de preços e condições de pagamento em meios de comunicação, como jornal e TV é vedada. As dúvidas adicionais em relação a cirurgia serão esclarecidas pelo Dr. Múcio Leão durante a sua consulta. Consulte informações sobre seu cirurgião plástico junto à Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica pelo site na internet ou pelo telefone:
SBCP NACIONAL
Fone: (11) 3826-1499 / 3826-1710
Site: www.cirurgiaplastica.org.br
SBCP Regional/MG
Fone: (31) 3275 1488